Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

O que você faz naturalmente bem? Você realmente conhece suas principais forças características? Quais são suas atitudes perante sua família, trabalho, amizades e vida social? Quando alguém consegue responder essas questões com facilidade, provavelmente tem um conhecimento mais apurado sobre suas forças de caráter. Ao colocá-las em prática, o indivíduo tende a ser mais feliz, desempenha melhor suas atividades e motiva as pessoas ao seu redor.

A partir da identificação de seis virtudes universais reconhecidas por diferentes povos, culturas e religiões, pesquisadores criaram uma lista com 24 forças de caráter. De forma geral, são capacidades para ajudar a nós mesmos e aos outros — o que tem um impacto positivo na vida pessoal e profissional.

Quer entender melhor o que são essas características pessoais, suas importâncias e como identificá-las? Acompanhe nosso post!

O que são forças de caráter?

Em primeiro lugar, é importante entendermos a utilização do termo caráter. Neste estudo, entendemos caráter como as crenças e atitudes que tomamos em relação aos aspectos da nossa vida (família, amigos, trabalho e sociedade). É como agimos em relação a diferentes circunstâncias. Podemos entender caráter como as nossas características pessoais. Ao nascermos, todos possuímos as 24 forças de caráter, porém ao longo da vida exercemos mais algumas do que outras, conforme as experiências que temos e nossos interesses.

Em busca de reunir essas características pessoais, Martin Seligman e Christofer Peterson, psicólogos da área de análise do comportamento humano, identificaram um conjunto de forças de caráter de acordo com seis virtudes universais valorizadas na maioria das culturas:

  • sabedoria;
  • humanidade;
  • coragem;
  • justiça;
  • temperança;
  • transcendência.

A ideia foi criar uma listagem com 24 forças de acordo com os valores positivos da sociedade.

Qual a importância de conhecer essas capacidades?

É importante que cada um conheça suas forças de caráter para que possa agir e se expressar segundo essas características. Assim, há mais chances de encontrar a felicidade e de se realizar pessoal e profissionalmente. Em resumo, seria alguém vivendo segundo a “melhor versão” de si mesmo.

É ter uma atitude em sociedade, no trabalho e em casa, na qual a pessoa aplica o que ela tem de mais positivo.

Powered by Rock Convert

Quando as principais forças de caráter de um indivíduo são colocadas em prática, há um aumento da disposição, vitalidade, autoestima e também autoconfiança. Com isso, fica mais fácil manter relacionamentos interpessoais saudáveis e alcançar o sucesso — principalmente no trabalho.

Aliás, acredita-se que quando o colaborador conhece e utiliza suas principais forças de caráter, seu engajamento aumenta e ele deixa de ver o trabalho apenas como uma moeda de troca para o recebimento do salário. Passa a ver um significado maior em suas atividades profissionais, enxergando-as como um propósito de vida.

É possível conseguir ainda mais harmonia e cooperação no ambiente organizacional quando os colegas, além de descobrirem e agirem segundo suas próprias forças de caráter principais, têm consciência dessas características também nos outros membros da equipe.

Como descobrir seu conjunto de forças?

Para descobrir o seu conjunto de forças, existe um teste gratuito — traduzido para o português — do Via Institute on Character, organização internacional que realizou os estudos sobre essas capacidades pessoais.

O resultado do teste é um ranking com as 24 forças de caráter na ordem que o indivíduo exerce a prática. As 5 primeiras forças que aparecem no ranking convencionalmente são o que chamamos de forças de assinatura. Mas em alguns casos, pode ser que uma ou mais forças que apareçam entre as top 5 sejam forças situacionais, que naquele momento estão sendo mais praticadas pela pessoa. Para todos os casos, vale validar as suas 5 forças de assinatura, é fácil e indicamos utilizar os “3 Es”. Verifique se a força é:

  • Easy: Eu a coloco em prática de maneira fácil e natural, sendo recorrente na minha vida;
  • Energizer: Quando eu a pratico sinto como se a “minha bateria interna” fosse recarregada, me energizo;
  • Essential: Ela é essencial pra mim, caso eu não a pratique nas situações do dia-a-dia é como se deixasse de ser eu mesmo.

Veja a seguir as 24 forças de caráter divididas em seis virtudes.

Sabedoria

  • criatividade: pensar de forma original para conceituar e realizar atividades. Não precisa estar, necessariamente, relacionada a aptidões artísticas;
  • curiosidade: demonstração de interesse em explorar e descobrir. Estar aberto a novas experiências e aprendizados;
  • critério: é o chamado pensamento crítico, a reflexão sobre diferentes pontos de vista antes de fazer um julgamento;
  • amor por aprendizagem: sentir satisfação em buscar novas competências e aprendizados;
  • perspectiva: habilidade de dar conselhos ao próximo e de observar o mundo a partir de um ponto de vista que faz sentido.

Coragem

  • bravura: não voltar para trás diante de ameaças ou desafios, ter cabeça erguida para enfrentar as adversidades;
  • perseverança: ter satisfação em alcançar as metas traçadas. Não começar nada sem terminar;
  • integridade: ser autêntico e sincero nas relações interpessoais e atitudes;
  • vitalidade: é a força de quem vive com entusiasmo, de forma positiva, motivando, inclusive, aqueles com os quais convive, seja em casa ou no trabalho.

Humanidade

  • amor: estar próximo às pessoas, valorizar relacionamentos e amizades e demonstrar solidariedade;
  • generosidade: ter atitudes em prol de outras pessoas, como boas ações e cuidados;
  • inteligência social: é a força de quem conhece os próprios sentimentos e consegue agir com equilíbrio emocional em diferentes situações da vida social.

Justiça

  • cidadania: trabalhar bem em grupo e para o bem do grupo, realizando o que for de sua responsabilidade e sendo leal;
  • justiça: agir e tratar as pessoas com igualdade e imparcialidade;
  • liderança: saber coordenar, motivar e inspirar uma equipe, organizando e distribuindo tarefas de forma equilibrada.

Temperança

  • perdão: aceitar os erros e ter a capacidade de dar uma segunda chance a outras pessoas;
  • humildade: ser reconhecido pelos seus feitos e realizações, reconhecer o talento do outro e suas próprias falhas e não se considerar melhor que o grupo;
  • prudência: ser cuidadoso em relação às escolhas e formas de expressão, evitando correr riscos desnecessários;
  • autocontrole: ter controle emocional, autorregulação e disciplina nas atividades que realiza e nos relacionamentos interpessoais.

Transcendência

  • apreciação da beleza e da excelência: saber apreciar a vida em seus vários aspectos, como a natureza, aprendizados, experiências etc.;
  • gratidão: estar ciente das coisas boas que acontecem para si, para seu grupo e para a sociedade;
  • esperança: trabalhar e agir em prol de um futuro melhor;
  • bom humor: ter leveza nas atitudes, ver graça em pequenas coisas e levar sorriso às pessoas com as quais convive;
  • espiritualidade: ter crenças que trazem um sentido maior à vida e disciplinam sua conduta.

É importante que cada um descubra seu ranking de forças de caráter, pois esse autoconhecimento é fundamental para o desenvolvimento do seu pleno potencial. Tendo consciência e como ponto principal as suas 5 forças de assinatura, é possível valorizar e colocar em prática seus traços principais para conseguir viver melhor em sociedade, buscar seus objetivos, superar desafios, ter realização profissional e ser mais feliz.

Ainda assim, caso perceba um força de caráter que pratica menos, mas que valoriza e gostaria de desenvolver, pode focá-la e criar um plano de desenvolvimento e potencialização.

Você já tinha ouvido falar das 24 forças de caráter? Compartilhe esse assunto nas suas redes sociais para que mais pessoas também identifiquem suas principais capacidades pessoais!