A tecnologia no RH tem promovido grandes transições. Estima-se que 56% das empresas estão redesenhando seus processos de gestão de pessoas para aproveitar ferramentas digitais, como tecnologias de automação.

Esses avanços permitiram a criação de um modelo de gestão do capital humano mais inovador, estratégico e focado nos resultados-chave. Isso, claro, beneficia a organização nos mais diversos níveis e áreas.

Para ajudar você a entender mais sobre o assunto, criamos este artigo. Nos próximos tópicos, mostraremos como a tecnologia no RH pode trazer mais inovações e sucesso, e como usar isso em seu favor. Boa leitura!

Análise de grandes volumes de dados

Um dos principais benefícios da tecnologia é a análise de grandes volumes de dados, permitindo ao gestor de pessoas ter uma visão mais sistêmica e acertada do que acontece dentro da empresa.

Tecnicamente, essa análise é chamada de “People Analytics”. É possível cruzar dados de fontes internas e externas para obter informações estratégicas, por exemplo, onde encontrar os profissionais mais talentosos.

Automação das atividades repetitivas

Por muito tempo, o RH foi visto como um setor apenas operacional, dedicado às atividades burocráticas. Uma série de tecnologias de automação tem mudado isso e permitido que o setor foque no que é estratégico.

Um bom exemplo vem das ferramentas de recrutamento e seleção, que automatizam parte do processo. A triagem de currículos é feita pelo próprio sistema, sem precisar da atenção dos especialistas em contratação.

Powered by Rock Convert

Modernização dos meios de treinamento

No Brasil, os profissionais passam por uma média de 22 horas de treinamento por ano, um número inferior ao de muitos outros países. O surgimento de inovações em treinamento tem ajudado a mudar esse cenário.

Hoje, existem programas de capacitação realizados pela internet (EAD) e por meio de dispositivos móveis (M-learning). Algumas empresas já investem na criação da sua própria universidade corporativa (UC), com uma série de cursos livros online.

Flexibilização do trabalho

O expediente de trabalho sempre foi muito rígido. Muitas regras, hierarquia forte e horários que deveriam ser rigorosamente cumpridos. Com os avanços da tecnologia, isso também tem mudado bastante.

Um ótimo exemplo vem do trabalho remoto. É cada vez maior o número de empresas que permitem que seus colaboradores trabalhem de casa ou de espaços compartilhados fora da empresa (como o coworking).

Avaliação de competências técnicas e comportamentais

A avaliação de competências sempre esteve no centro do setor de Recursos Humanos. Ao identificar o estado atual dos profissionais, é possível criar planos mais sólidos para o desenvolvimento de novos conhecimentos, habilidades e comportamentos.

Há muitas tecnologias de análise que permitem o diagnóstico dos talentos, seja no quesito comportamental (geralmente, por meio do método DISC) ou no quesito técnico (por meio de provas e testes de raciocínio lógico). Assim, é possível contratar, reter, desenvolver e promover os profissionais certos.

Como é possível observar, a tecnologia no RH está trazendo inovações à empresa. No entanto, é preciso ter cuidado para não perder de vista o lado “humano” da gestão de pessoas. Nesse sentido, dinâmicas em grupo e técnicas de team building podem ser vistas como essenciais e aplicadas com recorrência.

Aproveite para compartilhar suas dúvidas, sugestões ou experiências sobre o tema. Deixe seu comentário!